fbpx

Quem tem medo de discutir diversidade?

Houve polêmica quando escola de Jundiaí decidiu utilizar a canção De Toda Cor, de Renato Luciano, em atividade sobre diversidade programada para a Semana da Consciência Negra. Pai de aluno chegou a circular mensagem acusando a escola de disseminar “ideologia de gênero”, termo oriundo de movimentos religiosos conservadores comumente empregado para censurar o debate sobre igualdade de gênero.

Por meio do diálogo, o pai, no entanto, logo se retratou e repensou sua atitude. Para Sandra Baraldi, presidente do Sinpro Jundiaí, “é importante que pais, alunos e professores dialoguem abertamente sobre quaisquer temas e não apenas reproduzam falas de grupos conservadores”.

Os nomes dos envolvidos não foram citados propositalmente para preservá-los de possíveis assédios.