fbpx

Em assembleias públicas, sindicatos aprovam contribuição sindical

Fepesp – Em decisões históricas que desafiam a ‘reforma’ trabalhista tramada pelo governo sem votos, professores e auxiliares da rede privada do estado de São Paulo decidiram pelo fortalecimento dos seus sindicatos e votaram no sábado, dia 3, pelo desconto voluntário de um dia de trabalho a favor de sua organização. Na cidade de São Paulo, a categoria decidiu aprovar assembleia permanente e voltará a discutir a sua contribuição sindical na sua próxima assembleia.

No sábado, dia 10, todos os sindicatos de professores e auxiliares integrantes da Fepesp voltarão a se reunir em assembleia para mobilizar a categoria na reta final da campanha salarial 2018. Em São Paulo, como informado, a categoria irá finalizar a discussão da contribuição sindical e, de convocação especifica, no mesmo dia, irá engrossar a mobilização desta campanha salarial.

A data base de professores, técnicos de ensino e auxiliares da rede privada em São Paulo é 1º de março. Nas rodadas iniciais de negociação, as comissões de negociação coordenadas pela Fepesp garantiram a extensão da data para evitar o encerramento de convenções e acordos: na Educação Básica, onde a convenção deve ser renovada por completo, as cláusulas estão garantidas até 28 de março; no Ensino Superior, o plano de saúde e outras cláusulas em negociação estão garantidas até 30 de março (no Ensino Superior, a categoria garantiu um acordo de dois anos em 2017, e tem suas cláusulas sociais em vigor até 2019). No Sesi/Senai, a categoria também tem ainda um ano no seu acordo de dois anos e aprovou, na assembleia de 28/03, reajuste de salários e de vales refeição e alimentação – que haviam sido negados nas rodadas iniciais de negociação com os representantes da Fiesp.

Agora, é hora de mobilização. Fique atento aos avisos e convocações do sindicato. Converse com seus colegas e traga mais um para as assembleias. É assim que vamos defender o que é nosso.