fbpx

Contribuição sindical: resistência à reforma trabalhista

Assembleia - 03-03 - Contribuição sindicalO Sindicato dos Professores de Jundiaí convida todos os docentes da rede particular do município para assembleia sobre contribuição sindical e negociações salariais no próximo sábado, dia 3 de março, às 9h, na Câmara Municipal.

A contribuição sindical é uma forma de resistir à reforma trabalhista, lei que foi criada para desarticular as fontes de resistência dos trabalhadores e empurrá-los para a contratação precária e a negociação individual, frente a frente com o patrão. A reforma, que permite a renúncia de direitos e cria o contrato de trabalho sem vínculo empregatício, tenta enfraquecer os sindicatos intervindo diretamente na sustentação financeira das entidades. Isso tem que ser denunciado e combatido.

Resistir a essa situação que nos foi imposta pelo governo federal envolve defender os direitos coletivos, a Convenção de Trabalho e o sindicato. No entanto, essa resistência é uma decisão que deve ser tomada coletivamente pela categoria, por meio de debate democrático e transparente, em assembleia pública e soberana.

Por isso, o Sindicato dos Professores de Jundiaí quer a participação de todos os professores e auxiliares, sindicalizados ou não, na assembleia marcada para o dia 3 de março. É a categoria – e não os mentores da reforma trabalhista – que deve decidir sobre a sustentação financeira de seu sindicato.